UNIMA Portugal

União da Marioneta Portuguesa / Centro Português da UNIMA
União Internacional da Marioneta / Union International de la Marionnette

Unima Em 16 de Março de 2017

Dia Mundial da Marioneta de 2017

Mensagem por Nancy Lohman Staub

(tradução livre para Português europeu por Ildeberto Gama)

unnamed

Em 1929, um pequeno grupo de apaixonados pela Arte da Marioneta com origem em apenas sete países criou a União Internacional da Marioneta (UNIMA) para promover e desenvolver esta forma artística. Aderi à Unima por volta de 1970 para satisfazer o meu fascínio permanente pelas marionetas. Hoje em dia, graças à Internet, nós podemos conectar-nos instantaneamente com milhares de pessoas com idênticas ideias, para além das fronteiras nacionais, políticas ou religiosas, em todo o mundo. Programas gravados, espectáculos, conferências, cursos e ateliers estão disponíveis nas 24 horas do dia e alguns mesmo são difundidos em tempo real. Documentos académicos, publicações e fotografias estão disponíveis com o mero toque de uma tecla. Esta acrescida popularidade ultrapassa em muito as nossas projecções mais optimistas e oferece inúmeras possibilidades de estabelecimento de parcerias internacionais para trabalhar em conjunto com o objectivo da compreensão mútua entre os povos através da Marioneta.

A Marioneta desenvolveu-se praticamente em todas as regiões do globo. Centenas de horas de documentação estão disponíveis na internet e tornam acessíveis numerosas formas tradicionais. A UNESCO reconheceu doze delas como representativas do Património Cultural Imaterial da Humanidade. Informações, diapositivos e sequências de vídeo podem ser consultadas no seu website. Pelo menos onze tradições adicionais envolvendo marionetas podem ser vistas na base de dados do Centro Cultural Asia-Pacífico. Esperemos que os visitantes sejam aliciados para explorar a complexidade dos espectáculos e a profundidade das suas raízes comuns. Nós podemos utilizar a marioneta tradicional para revelar a humanidade em comum subjacente às nossas diferenças culturais.

Uma das características da arte tradicional é a mudança que a que está sujeita inevitavelmente: a documentação adquire, portanto, um importante papel. Na sequência de quase quarenta anos de dedicação de centenas de entusiastas da marioneta, a UNIMA vai colocar on-line, no seu website, uma versão actualizada em três línguas, inglês, espanhol e francês, da Encylopédie Mondiale des Arts de la Marionnette, obra publicada em 2009. Ela coloca ao alcance da mão a história da Marioneta. Constitui uma ferramenta essencial para os numerosos museus no mundo que adquiriram colecções de marionetas bem como para aqueles se se consagram exclusivamente a esta forma de Arte. As suas colecções e catálogos podem ser encontradas online. Alguns permitem experienciar imagens em 3D e a reprodução para fins educativos.  Facilitada pela comunicação através da Internet, a preservação da história contribui para o desenvolvimento do Futuro.

Centenas de marionetistas contemporâneos em todo o mundo apresentam extractos das suas performances ao vivo na internet para atrair públicos e programadores. A UNIMA apoia espectáculos, festivais, conferências e publicações através do seu Website. Tal como o pequeno grupo fundador o fez, os membros actuais da UNIMA, representando mais de noventa países, cooperam entre si independentemente das suas diferenças.

O crescimento exponencial da exposição mediática aumenta notoriamente a nossa responsabilidade perante os nossos públicos e cada um de nós mesmos.

Festejemos, pois, em conjunto e enquanto amigos que partilham a mesma paixão por esta forma de Arte, o Dia Mundial da Marioneta, nomeadamente multiplicando esta comemoração através da Internet que verdadeiramente nos une!

 

Referências:

Base de dados Ásia-Pacífico: www.accu.or.jp/ich/en/arts/arts1.html

Base de dados PCI/UNESCO: www.unesco.org/culture/ich/index.php?pg=00011

EMAM: ver Encyclopédie Mondiale des Arts de la Marionnette: www.unima.org

Legenda da foto: Nancy Lohman Staub junto à entrada do Center for Puppetry Arts

Atlanta, Géorgie. Foto: Susan Kinney

NOTA BIOGRÁFICA:

Nancy Lohman Staub, nasceu em Nova Orleães, Luisiana, Estados Unidos.

Foi uma das redactoras-chefe da EMAM, Enciclopédia Mundial das Artes da Marioneta (Encyclopédie Mondiale des Arts de la Marionnette / World Encyclopedia of Puppetry Arts), continuando a ser conselheira científica.

Pertenceu ao Comité Executivo da UNIMA enquanto Vice-Presidente e foi membro das Comissões de Publicações, de Investigação Científica e de Património; hoje em dia faz parte da Comissão de Justiça Social.

Ela dirigiu o Festival Mundial de Marionetas em 1980 e o XIII Congresso da UNIMA realizado no Centro John F. Kennedy para as Artes Performativas em Washington.

Foi consultora para a criação da Fundação Jim Henson, em Nova Iorque, direcionada para o apoio ao desenvolvimento da Marioneta na América.

Foi presidente da Pupeteers Of América e Vice-Presidente da Unima-EUA.

Foi a fundadora e preside ao Comité Consultivo do Centre for Puppetry Arts Museum, em Atlanta, estado da Geórgia.

Publicou numerosos artigos e ensaios em catálogos de museus.

No passado, dirigiu, durante mais de dez anos, um pequeno teatro de marionetas em Nova Orleães.

voltar Categorias: geral

Deixe um comentário

What is 5 + 10 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANT! To be able to proceed, you need to solve the following simple math (so we know that you are a human) :-)