UNIMA Portugal

União da Marioneta Portuguesa / Centro Português da UNIMA
União Internacional da Marioneta / Union International de la Marionnette

Mais um importante Festival, o MAR-MARIONETAS com uma importante iniciativa: a 5ª edição do concurso Marionetas e Outas Formas de Animar.  Animem-se e participem!

concurso

Reunião da nova Direcção

por Unima Em 21 de Abril de 2017 0 Comentários

Reunião dia 18 de Abril 2017

Unima Portugal

Na reunião de hoje, tivemos a oportunidade de fazer um balanço dos dos mandatos do José Gil enquanto presidente da Unima Portugal, e dessa forma, entender o que a nova presidente e direção da Unima se propõe fazer nos próximos quatro anos.

As ideias mais importantes a destacar, são sem dúvida a necessidade de encontrar algum suporte financeiro, para que seja possível fazer algumas ações mais de fundo.

O aumento e alargamento de sócios é também um dado importante a considerar, além de uma forte divulgação do que é a Unima Portugal.

Surgiu a proposta de em 2018 ser realizado um Encontro, retomando de alguma forma Encontros anteriores, mas desta vez com um foco na divulgação da criação nacional ao nível do Teatro de Marionetas, Objetos e Formas animadas, com a presença de programadores portugueses e estrangeiros. Apontou-se a possibilidade do encontro/Mostra ser realizado em Vila do Conde, com a colaboração e apoio da Câmara Municipal de Vila do Conde.

Uma edição anual em formato de livro, é também algo que todos consideraram de grande relevo.

No final da reunião atribuíram-se tarefas, de forma a tornar o trabalho cada vez mais dinâmico.

A reunião foi encerrada com uma sensação muito positiva de um olhar sobre o futuro das Marionetas em Portugal.

 

VIVA A MARIONETA!!

DIA INTERNACIONAL DA MARIONETA

Realizou-se ontem, dia 20 de Março de 2017, a Assembleia Geral da UNIMA P, que decorreu na maior harmonia e camaradagem, estando representados cerca de duas dezenas 20 sócios.

Neste dia tão importante para a arte que a todos une, é com grato prazer que comunicamos que foram eleitos os novos corpos dirigentes da UNIMA P para o período de 2017-2021, cuja lista pode consultar em baixo.

A nova direcção da UNIMA P  assume desde logo a vontade de dar cumprimento  aos objectivos primordiais definidos para a associação, nomeadamente o  desenvolvimento  actividades de promoção, divulgação, formação, investigação, apoio ou outras formas adequadas à elevação da Arte da Marioneta.

As principais linhas de actuação desta nova direcção serão oportunamente dadas a conhecer a todos os sócios de forma mais desenvolvida.

Propõe-se sobretudo, fomentar o espírito de pertença a uma associação que só faz sentido se os sócios colaborarem na sua actividade e no seu crescimento, pelo que desde já contamos com a colaboração de todos os sócios.

 VIVA A MARIONETA!

Corpos dirigentes UNIMA P

Direcção

Presidente: Maria José Machado Santos (sócio nº 147)

Vogal: Marcelo Lafontana, pelo TFA (sócio nº 140)

Vogal: Sofia Vinagre (sócio nº 109)

Vogal: Nuno Correia Pinto (sócio nº 102)

Vogal: Isabel Barros (sócio nº 138)

Assembleia Geral

Presidente da Mesa: Ildeberto Gama (sócio nº 16)

1º Secretário: Maurício Rebocho (sócio nº 33)

2º Secretário: Mª João Trindade, pela Lua Cheia Teatro para Todos (sócio nº 159)

Conselho Fiscal

Presidente: Jorge Alberto Gregório Soares (sócio nº 129)

Secretário: Rui Pedro Sousa (sócio nº 104)

Relator: Carlos Silva, pelas Partículas Elementares (sócio nº 106)

unnamed (2)

Participantes na Assembleia 20 Março 2017

unnamed (1)

Presidente cessante(José Gil) e Presidente eleito (Maria José)

Dia Mundial da Marioneta de 2017

Mensagem por Nancy Lohman Staub

(tradução livre para Português europeu por Ildeberto Gama)

unnamed

Em 1929, um pequeno grupo de apaixonados pela Arte da Marioneta com origem em apenas sete países criou a União Internacional da Marioneta (UNIMA) para promover e desenvolver esta forma artística. Aderi à Unima por volta de 1970 para satisfazer o meu fascínio permanente pelas marionetas. Hoje em dia, graças à Internet, nós podemos conectar-nos instantaneamente com milhares de pessoas com idênticas ideias, para além das fronteiras nacionais, políticas ou religiosas, em todo o mundo. Programas gravados, espectáculos, conferências, cursos e ateliers estão disponíveis nas 24 horas do dia e alguns mesmo são difundidos em tempo real. Documentos académicos, publicações e fotografias estão disponíveis com o mero toque de uma tecla. Esta acrescida popularidade ultrapassa em muito as nossas projecções mais optimistas e oferece inúmeras possibilidades de estabelecimento de parcerias internacionais para trabalhar em conjunto com o objectivo da compreensão mútua entre os povos através da Marioneta.

A Marioneta desenvolveu-se praticamente em todas as regiões do globo. Centenas de horas de documentação estão disponíveis na internet e tornam acessíveis numerosas formas tradicionais. A UNESCO reconheceu doze delas como representativas do Património Cultural Imaterial da Humanidade. Informações, diapositivos e sequências de vídeo podem ser consultadas no seu website. Pelo menos onze tradições adicionais envolvendo marionetas podem ser vistas na base de dados do Centro Cultural Asia-Pacífico. Esperemos que os visitantes sejam aliciados para explorar a complexidade dos espectáculos e a profundidade das suas raízes comuns. Nós podemos utilizar a marioneta tradicional para revelar a humanidade em comum subjacente às nossas diferenças culturais.

Uma das características da arte tradicional é a mudança que a que está sujeita inevitavelmente: a documentação adquire, portanto, um importante papel. Na sequência de quase quarenta anos de dedicação de centenas de entusiastas da marioneta, a UNIMA vai colocar on-line, no seu website, uma versão actualizada em três línguas, inglês, espanhol e francês, da Encylopédie Mondiale des Arts de la Marionnette, obra publicada em 2009. Ela coloca ao alcance da mão a história da Marioneta. Constitui uma ferramenta essencial para os numerosos museus no mundo que adquiriram colecções de marionetas bem como para aqueles se se consagram exclusivamente a esta forma de Arte. As suas colecções e catálogos podem ser encontradas online. Alguns permitem experienciar imagens em 3D e a reprodução para fins educativos.  Facilitada pela comunicação através da Internet, a preservação da história contribui para o desenvolvimento do Futuro.

Centenas de marionetistas contemporâneos em todo o mundo apresentam extractos das suas performances ao vivo na internet para atrair públicos e programadores. A UNIMA apoia espectáculos, festivais, conferências e publicações através do seu Website. Tal como o pequeno grupo fundador o fez, os membros actuais da UNIMA, representando mais de noventa países, cooperam entre si independentemente das suas diferenças.

O crescimento exponencial da exposição mediática aumenta notoriamente a nossa responsabilidade perante os nossos públicos e cada um de nós mesmos.

Festejemos, pois, em conjunto e enquanto amigos que partilham a mesma paixão por esta forma de Arte, o Dia Mundial da Marioneta, nomeadamente multiplicando esta comemoração através da Internet que verdadeiramente nos une!

 

Referências:

Base de dados Ásia-Pacífico: www.accu.or.jp/ich/en/arts/arts1.html

Base de dados PCI/UNESCO: www.unesco.org/culture/ich/index.php?pg=00011

EMAM: ver Encyclopédie Mondiale des Arts de la Marionnette: www.unima.org

Legenda da foto: Nancy Lohman Staub junto à entrada do Center for Puppetry Arts

Atlanta, Géorgie. Foto: Susan Kinney

NOTA BIOGRÁFICA:

Nancy Lohman Staub, nasceu em Nova Orleães, Luisiana, Estados Unidos.

Foi uma das redactoras-chefe da EMAM, Enciclopédia Mundial das Artes da Marioneta (Encyclopédie Mondiale des Arts de la Marionnette / World Encyclopedia of Puppetry Arts), continuando a ser conselheira científica.

Pertenceu ao Comité Executivo da UNIMA enquanto Vice-Presidente e foi membro das Comissões de Publicações, de Investigação Científica e de Património; hoje em dia faz parte da Comissão de Justiça Social.

Ela dirigiu o Festival Mundial de Marionetas em 1980 e o XIII Congresso da UNIMA realizado no Centro John F. Kennedy para as Artes Performativas em Washington.

Foi consultora para a criação da Fundação Jim Henson, em Nova Iorque, direcionada para o apoio ao desenvolvimento da Marioneta na América.

Foi presidente da Pupeteers Of América e Vice-Presidente da Unima-EUA.

Foi a fundadora e preside ao Comité Consultivo do Centre for Puppetry Arts Museum, em Atlanta, estado da Geórgia.

Publicou numerosos artigos e ensaios em catálogos de museus.

No passado, dirigiu, durante mais de dez anos, um pequeno teatro de marionetas em Nova Orleães.

Assembleia Geral da UNIMA-P

12.ª Sessão

CONVOCATÓRIA

Caro(a) associado(a).

Na qualidade de Presidente da Mesa da Assembleia Geral, nos termos da lei e dos Estatutos  da UNIMA-P – União da Marioneta  Portuguesa / Centro Português da UNIMA, em particular dos Artigos 9º a 15º, considerando ainda o nº 3 do Regulamento Interno aprovado, convoco todos os associados para reunir em sessão da Assembleia Geral Ordinária no dia 20 de Março de 2017, pelas 13:30 horas, na Casa da Marioneta sita no Jardim da Anta em Agualva-Cacém, concelho de Sintra, com a seguinte ordem de trabalhos:

1: Informações

2: Movimento de sócios: ratificações e exclusões

3: Apresentação e aprovação de relatório e contas

4: Apresentação de programa de acção e orçamento

5: Eleição de Corpos Sociais para o quadriénio 2017-2021

6: Eleição, de acordo com o Regulamento Interno, dos Conselheiros Nacionais

7: Alteração ou rectificação de Estatutos e ou Regulamento Interno

8: Participação na preparação de Reunião em Lisboa do Comité Executivo da Unima Internacional.

9: Outros assuntos

Se à hora marcada não se encontrarem presentes ou devidamente representados metade do número total de associados activos, nos termos do Artigo 13º dos Estatutos a Assembleia Geral reunirá com poderes deliberativos, em segunda convocatória, decorridos 30 minutos após a hora marcada no mesmo local, com o número de associados presentes e seguindo a mesma ordem de trabalhos.

Lisboa, 17 de Fevereiro de 2017

 

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral,

Ildeberto Calmeiro da Silva Gama (Associado nº 16)

Caros associados já estão actualizadas as listagens referentes a companhias/projectos de teatro de marionetas em Portugal, bem como eventos/festivais. O objectivo é realizar uma actualização permanente das listas aqui na página da UNIMA Portugal e também difundir pelas delegações da UNIMA de todo o mundo. Mas para isso necessitamos da ajuda de todos. Se não encontrar o seu projecto ou um que saiba que existe a trabalhar em Portugal, contacte-nos!

 

UNIMA – Bolsas e Formação para 2017

por Unima Em 28 de Outubro de 2016 0 Comentários
Dear National Centres,
In 2017, the Profesional Training Commission of UNIMA would give between 2 and 3 grants, without discrimination of age or origin, to students in puppetry arts, or puppeteers in practical training, to follow a course or a workshop proposed by a school or training program in puppet theater.
Therefore, it is glad to announce the list of the workshops that it would support for 2017.
Training course inspired by the play “The Conference of the birds” by J-C Carrière.
Construction and performing tall puppets
Compagny Arketal – Cannes, France
Workshop and participation to the creation process of a new performance in Teatr Animacji
Home is you by Janni Younge – RSA
or
Diablo! by Fernando Pessoa, by Joan Baixas – Spain
Teatr Animacji (Theatre of animation) – Poznań, Poland
The immaterial art / a training workshop on the shadow and shadow theatre
The soul of things: shadows in the fine and visual arts and their relations with the contemporary shadow theatre
Teatro Gioco Vita – Piacenza, Italy
The National Puppetry Conference at the Eugene O’Neill Theater Center – USA
Unknown territories – Experience in shadow theatre
Espaço de Residência Artística Vale Arvoredo – Morro Reuter (Rio Grande Do Sul), Brazil
Wayang Golek
International Institute of the Marionette – Charleville Mézières, France
The candidates must fill out, send the application form before 30 November 2016, and have to choose one of the listed courses or workshops.
Best regards
UNIMA Secretariat Office
——————-
Becas de la Comisión de Formación para 2017
Estimados Centros Nacionales:
En 2017, la Comisión de Formación Profesional de la UNIMA otorgará entre 2 y 3 becas a estudiantes del arte de la marioneta, o marionetistas en formación práctica, para seguir un curso o un taller propuesto por una escuela o un programa de formación en teatro de marionetas.
La Comisión complace en anunciar la lista de los talleres que apoyará en 2017.
Curso sobre “La Conferencia de las aves” de J-C Carrière
Construcción e interpretación con títeres grandes
Compagnie Arketal – Cannes, Francia
Workshop y participación en el proceso de creación de la nueva performance en el Teatr Animacji
La Casa eres tú por Janni Younge – África del Sur
o
Diablo! por Fernando Pessoa, por Joan Baixas, España
Teatr Animacji (Teatro de animación) – Poznań, Polonia
El arte inmaterial / Taller de capacitación en la sombra y teatro de sombras
El alma de las cosas: sombras en las artes plásticas y visuales y sus relaciones con el teatro de sombras contemporáneo
Teatro Gioco Vita – Piacenza, Italia
Conferencia Nacional de Títeres en el Teatro Centro O’Neill – USA
Territorios desconocidos – Experiencia en el teatro de sombras
Espaço de Residência Artística Vale Arvoredo – Morro Reuter (Rio Grande Do Sul), Brasil
Wayang Golek
Instituto Internacional de la Marioneta – Charleville Mézières, Francia
Los candidatos deben enviar sus presentaciones de solicitud, debidamente completadas, antes del 30 de noviembre de 2016 y deben además elegir uno de los cursos o talleres mencionados.
Cordialmente
Oficina de la Secretaría de UNIMA
——————-
Bourses de la Commission Formation pour 2017
Chers Centres Nationaux de l’UNIMA,
En 2017, la Commission Formation Professionnelle de l’UNIMA octroiera entre 2 et 3 bourses, sans discrimination d’âge ou d’origine, à des étudiants en art de la marionnette, ou marionnettistes en formation pratique, pour suivre un cours ou un atelier proposé par une école ou un programme de formation en théâtre de marionnettes.
Elle est donc heureuse d’annoncer la liste des ateliers qu’elle va supporter en 2017.
Stage autour de la pièce «La Conférence des oiseaux» de J-C Carrière
Construction et jeu de marionnettes de grande taille
Compagnie Arketal – Cannes, France
Accompagnement et participation au processus de la création d’un nouveau spectacle par le Teatr Animacji
La Maison, C’est vous par Janni Younge – Afrique du Sud
ou
Diablo ! par Fernando Pessoa, par Joan Baixas – Espagne
Teatr Animacji (Théâtre d’Animation) – Poznań, Pologne
L’art immatériel / Parcours de formation sur l’ombre et le théâtre d’ombres
L’âme des choses: Les ombres dans les arts plastiques et visuels et leurs relations avec le théâtre d’ombres contemporain
Teatro Gioco Vita – Piacenza, Italie
National Puppetry Conference au Centre Théâtral O’Neill – USA
Territoires inconnus – Expérience en théâtre d’ombres
Espaço de Residência Artística Vale Arvoredo – Morro Reuter (Rio Grande do Sul), Brésil
Wayang Golek
Institut International de La Marionnette – Charleville Mézières – France
Les candidats doivent envoyer leur demande dûment remplie avant le 30 Novembre 2016 et doivent également choisir l’un des cours ou stages listés.
Sincères salutations
Bureau du Secrétariat de l’UNIMA

LOGO UNIMA PORTUGAL ESTRUTURA 2012Estamos a fazer a actualização das listagens de eventos, produtores e espaços dedicados à arte da marioneta em Portugal. Em Breve será publicado aqui na nossa página bem como será distribuído por todos os centros UNIMA espalhados pelo mundo.

logo unima recortado 2011Comemorações do Dia Mundial da Marioneta 2016 – 21 de Março

 

No passado dia 2 de Janeiro de 2016, faleceu o Professor Henryk Jurkowski.

Este homem incrível de erudição, pesquisador, crítico de teatro, escritor e antropólogo, dedicou sua vida ao mundo do teatro de marionetas granjeando inúmeros amigos e admiradores em todo o mundo.

A fim de o recordar e manter junto do nosso coração, as instâncias da UNIMA decidiram retomar em 2016, a bela mensagem internacional que então escreveu para o Dia Mundial da Marioneta de 2011:

 

Mensagem Internacional para o Dia Mundial da Marioneta

21 de março de 2016

(Henryk Jurkowski, 1927-2016)

 

Eis-me aqui, na cidade de Omsk, Sibéria Ocidental. Entro no museu etnográfico. De súbito, os meus olhos são atraídos por uma grande vitrina onde estão dezenas de figuras: são os ídolos das tribos fino-úgricas Mansi e Khanti. Eles parecem saudar cada visitante. Um impulso interior leva-me a retribuir-lhes o cumprimento. São figuras magníficas. Representam um traço duradouro da espiritualidade entre as primitivas gerações humanas. São elas e seu mundo imaginário que estão na raiz das primeiras manifestações e representações teatrais, sagradas ou profanas.

As colecções de Arte são abundantes em ídolos e figuras sagradas que, pouco a pouco, se desvanecem na memória. Mas nos museus, também há marionetas, as quais conservam as marcas das mãos de seus criadores e dos seus manipuladores. Dito isto, essas mãos revelam os vestígios da destreza, da imaginação e da espiritualidade humanas. Existem coleções de marionetas em todos os continentes e em quase todos os países. Elas são um orgulho para os coleccionadores. Constituem um campo de investigação, conservam bem viva a memória e acarretam uma importante prova da diversidade da nossa disciplina.

A arte, como muitas outras atividades humanas, submete-se a duas tendências: uniformidade e diferenciação. Hoje, vemos as duas tendências coexistir ao nível das atividades culturais. Podemos constatar que, obviamente, a facilidade de viajar, tanto pelos céus e como pela net, multiplica o número de contactos em inúmeros congressos e festivais, o que conduz a uma muito maior uniformidade. Em pouco tempo, nós viveremos verdadeiramente na aldeia global de McLuhan.

Este facto não significa que tenhamos perdido completamente o sentido da diferenciação cultural, mas antes que companhias teatrais em significativo número recorrem agora a meios ou técnicas de expressão semelhantes.

Estilos de marionetas tais como o ningyo joruri japonês ou o wayang indonésio foram assimilados na Europa e América. Simultaneamente, grupos asiáticos ou africanos estão usando técnicas marionetísticas europeias.

Amigos meus dizem-me que, se um jovem artista japonês pode ser um virtuoso a tocar obras de Chopin, um americano poderia tornar-se um mestre de Joruri ou  um Dalang executando purva wayang. Eu posso concordar com eles, sob condição de que o marionetista assimile não apenas a técnica do Bunraku mas também toda a cultura que lhe está subjacente.

Muitos artistas satisfazem-se com a beleza exterior da marioneta que, contudo, oferece aos espectadores a oportunidade de descobrir diferentes formas de arte. Deste modo, a marioneta invade novos territórios. Mesmo no campo do teatro de actor, veio a tornar-se fonte de várias metáforas.

Esta grande expansão da marioneta figurativa está ligada a um movimento proporcionalmente inverso quanto ao território anteriormente ocupado. Isso deve-se à invasão do objecto e, em maior escala, no que toca à matéria. Porque todo o objeto, toda a matéria, sujeitos a uma animação, interpela-nos e exige o seu direito à vida teatral. Assim, o objeto agora substitui a marioneta figurativa, abrindo aos artistas um caminho para uma nova linguagem poética e para uma criação que envolve imagens ricas e dinâmicas.

A imagética e metáforas que antes eram as características de cada tipo de marioneta, diferenciando-as umas das outras, tornaram-se hoje a fonte da expressão para cada marionetista individual. Assim, aparece uma nova linguagem poética singular que não depende da tradição genérica, mas do talento do artista e da sua criatividade individual. A uniformização dos meios de expressão gerou a sua diferenciação. A aldeia global de McLuhan tornou-se no seu antípoda. Os diferentes meios de expressão tornaram-se os instrumentos da palavra individual que sempre prefere soluções originais. Claro que a tradição figurativa no teatro de marionetas não desapareceu do nosso horizonte. Esperemos que permaneça perenemente como um precioso ponto de referência.

Henryk Jurkowski – 2011

 

Tradução de 2016 de Ildeberto Gama associado nº16
Agradecimento a Rui Sousa associado nº104 pela primeira tradução em 2011.

Assembleia Geral da UNIMA-P – UNIÃO DA MARIONETA PORTUGUESA, CENTRO PORTUGUÊS DA UNIMA

CONVOCATÓRIA    

Caro(a) associado(a).  

Na qualidade de Presidente da Mesa da Assembleia Geral, nos termos da lei e de acordo com o Artigo 12º dos Estatutos da UNIMA-P – União da Marioneta Portuguesa, Centro Português da UNIMA, convoco todos os associados para reunirem em Assembleia Geral Ordinária no dia 19 de Março de 2016, pelas 14:30 horas, na sede da UNIMA-P, na Rua 15 de Outubro nº 7/9 – Alcobaça